Hospital São José realiza workshop sobre Navegação de Pacientes

Nos meses de outubro e novembro, em que são celebrados os meses de conscientização e prevenção do câncer em mulheres e homens, respectivamente, o Hospital São José, de Teresópolis, realizou workshops sobre o tema Navegação de pacientes. O evento foi realizado no auditório do Hospital, seguindo todos os protocolos de segurança preconizados pelo Ministério da Saúde, e contou com a presença da Subsecretária de Saúde da cidade e do Vice-prefeito que participaram ativamente da proposta desse trabalho.

Evento contou com participação de profissionais da área de Saúde da região

O conceito de navegação de pacientes foi criado em 1990, pela American Cancer Society, com a missão de reduzir desigualdades para pessoas com câncer de baixa renda. Estudos evidenciaram que comunidades de baixa renda enfrentam barreiras significativas quando precisam buscar diagnóstico e tratamento do câncer. Geralmente são diagnosticadas tardiamente, e, por isso, apresentam baixa taxa de recuperação.

De acordo com o Dr. Carlos Frederico, Mastologista do HSJ, “o objetivo da navegação de pacientes é fornecer auxílio gratuito a pacientes com câncer que são usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) durante todo o processo da doença, desde o diagnóstico e ao longo do tratamento. A ideia é que os navegadores clínicos sejam facilitadores, reduzindo as inúmeras barreiras impostas cotidianamente a esses pacientes e seus familiares”.

Dr. Carlos Frederico, Mastologista do Hospital São José

O evento, que foi comandado pelo mastologista e abordou temas como modelos de navegação de pacientes, câncer de mama no Brasil e no mundo e a importância do navegador de pacientes, trará desdobramentos positivos para a cidade e para região. “Oferecer este tipo de serviço, além de resolver os problemas dos pacientes de forma colaborativa, mostra que estamos nos preocupando com o paciente antes mesmo de ele chegar aqui. O intuito é facilitar o seu acesso ao diagnóstico e ao tratamento no tempo adequado para consequentemente ter um desfecho positivo”, complementa ele.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *