Projeto do Hospital São José reforça segurança do paciente com mensagens via alto-falante

As equipes de enfermagem do HSJ – Hospital São José têm contado com uma ferramenta importante para o trabalho: o projeto Segurança para Todos. Ao longo do dia, mensagens com dicas e as seis metas internacionais de segurança do paciente são reproduzidas por meio do sistema de alto-falantes, orientando tanto os profissionais, quanto pacientes, acompanhantes e visitantes.

“Nosso intuito é fortalecer a cultura de segurança do paciente. Com a reprodução dos áudios pelos alto-falantes atingimos a todos, despertando a atenção para as informações que são passadas e, assim, auxiliando o público a assimilá-las”, contou o coordenador de enfermagem e responsável pelo projeto, Renato Rabe.

As mensagens, com duração média de um minuto, abordam a importância dos seguintes temas:

  • Pulseira de identificação do paciente;
  • Comunicação efetiva entre pacientes e profissionais;
  • Os nove certos da administração de medicamentos;
  • Conferência de informações dos pacientes antes das cirurgias;
  • Cinco momentos da higienização das mãos;
  • Cuidados para prevenção de quedas.

A enfermeira Mary Esther da Silva Cunha, do setor de internação particular, fala sobre os benefícios da iniciativa. “Quando o áudio toca fico alerta e relembro procedimentos que devem ser realizados diariamente. E isso também traz segurança aos pacientes, acompanhantes e visitantes”, comentou.

Renato Rabe (coordenador de enfermagem) e Mary Esther da Cunha (enfermeira da internação particular) são entusiastas do Segurança para Todos

Renata Domingues, supervisora do setor de internação do SUS, também avalia a ação como uma forma de atingir outros públicos que não sejam os colaboradores. “Mantém os pacientes e familiares envolvidos nos cuidados com a segurança”, frisou. “Além disso, auxilia as equipes de enfermagem na melhoria da compreensão e conhecimento sobre o tema. É mais uma atividade promovida pelo Hospital São José para que nosso ambiente seja ainda mais seguro”, completou.

Para Renata Domingues, supervisora de internação do SUS, o projeto é um importante recurso de informação para as equipes assistenciais

“As mensagens me ajudam antes, durante e após as cirurgias, pois reforçam informações a todos os colaboradores, sejam eles recém-admitidos ou que já estejam há muito tempo no hospital. Uma das mais importantes para mim é a da realização de conferência de informações dos pacientes antes das cirurgias, pois é algo muito presente no meu dia a dia.” – Danielle Gomes Pinheiro, técnica de enfermagem

Danielle Pinheiro é técnica de enfermagem do Centro Cirúrgico e acredita que o projeto deva ser replicado em todos os hospitais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *