Postagens de Laís Ramos

Doações da campanha do agasalho do Hospital São José são entregues à comunidade carente de Teresópolis

Cerca de 200 itens arrecadados durante a Campanha do Agasalho do HSJ – Hospital São José, RJ, foram entregues no dia 5/7 à comunidade da Vila do Hélio, em Vargem Grande, Região Rural de Teresópolis. Em parceria com a equipe do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do Alto, órgão da Prefeitura Municipal de Teresópolis, 13 famílias, totalizando 63 membros, foram beneficiados pela ação.

“Que Deus abençoe vocês e todos aqueles que nos ajudaram com as doações, a quem agradecemos imensamente pelo apoio”, disse Irmã Laura Benincá durante o encontro com as famílias para a entrega dos donativos, no qual também realizou momento de espiritualidade. Ainda para alegrar as crianças, Irmã Laura doou balas e pirulitos, que foram distribuídos na ocasião, que também contou com a presença da Assistente Social do HSJ, Nathana da Silva.

Irmã Laura Benincá realizou momento de espiritualidade com os moradores

Jussara Rodrigues da Silva, moradora da Região, agradeceu o apoio. “Muitas pessoas estão precisando dos agasalhos, então achei muito boa a iniciativa de vocês. Minha mãe já foi cuidada por vocês e agradeço a Deus por toda essa ajuda”, comentou.

A entrega foi realizada na Vila do Hélio, em Vargem Grande, com o apoio do CRAS do Alto

 

Semana da Enfermagem do Hospital São José discute Modelo Assistencial de Enfermagem

Workshop, dinâmicas, sessão de cinema e outras atrações fizeram parte da Semana da Enfermagem do Hospital São José, promovida entre os dias 22 e 25 de maio. Com o tema “O Modelo Assistencial de Enfermagem nas dimensões do cuidar”, a atividade envolveu equipes assistenciais, de Higienização, Gestão de Pessoas, SND e outros setores administrativos.

Abrindo o encontro, o momento de espiritualidade realizado pela Irmã Laura Benincá focou a necessidade de ter coragem para enfrentar os desafios do dia a dia. Além disso, uma homenagem aos Técnicos de Enfermagem Maurício Furtado Pinheiro e Lúcia Maria da Costa Amaral, falecidos em 2018, lembrou a importância do carinho no cuidado ao próximo.

Irmã Laura Benincá promoveu momento de espiritualidade

“Proponho que hoje façamos uma renovação de votos com a enfermagem. Precisamos cada vez mais aliar a técnica ao cuidado com amor e compaixão, acolhendo nossos pacientes que são muito amados por alguém, que espera que esse paciente se recupere conosco. O Modelo Assistencial de Enfermagem (MAE) busca o cuidado com a tríade paciente, familiar e colaborador e é nesse tema que iremos nos focar” –  Paulo Bastides, Gerente de Enfermagem.

Os participantes foram convidados a fazer novamente o juramento da enfermagem, de modo a refletir se o estão cumprindo. Na sequência, o workshop e a dinâmica sobre o MAE trouxeram a discussão sobre o propósito dos profissionais de enfermagem em suas funções, relacionando-o ao modelo assistencial. Por meio de peça teatral, que fez uma conexão com a que foi promovida na Semana da Enfermagem 2017, os profissionais puderam avaliar a transformação do método de cuidado da enfermagem, que se torna cada vez mais humanizado.

Peça teatral falou sobre evolução no cuidado com o paciente

Além dessas atividades, foram apresentados os indicadores do “Caminho do Paciente”, por meio de gráficos que mostravam o tempo para atendimento no Pronto Atendimento; percentual de infecções nas UTIs; retorno não planejado ao Centro Cirúrgico e o Protocolo de Sepse. Com velas acesas pela lâmpada da enfermagem, levada ao local pela colaboradora mais antiga e por outra representando os profissionais mais recentes, todos os profissionais fizeram um novo juramento focado no MAE .

“Fizemos esse evento com muito carinho e queremos abordar os assuntos de maneira dinâmica para mostrar a transformação pela qual estamos passando. Precisamos do apoio de todos, pois somos uma engrenagem, todos participam desse processo.” – Renato Rabe, Coordenador de Enfermagem.

Diversas surpresas marcaram o encontro. Participantes receberam vasos de suculentas e as “pílulas do amor”, para reforçar a necessidade de cuidar bem do próximo. As Irmãs também foram homenageadas pela organização do evento por conta da presença e apoio constantes. Um coral formado por lideranças convidou a todos para cantar uma paródia da música “Oh Happy Day”, ligada ao MAE. O modelo também foi usado para paródia do samba “Explode Coração”, que animou a todos os presentes.

Samba enredo também abordou modelo

“Precisamos da nossa mudança de hábito com foco no propósito da Enfermagem: cuidar com amor. Amor de doação, do toque, do olhar, da sensibilidade em ver e entender a necessidade do outro. Não existe receita, cada um precisa de um cuidado específico, mesmo que o seu problema seja o mesmo”. – Renata Gomes, coordenadora de enfermagem.

Ainda na Semana, o Cine Pipoca exibiu o filme “Um Golpe do Destino”, que estimulou a reflexão sobre a empatia com os pacientes, e o colaborador Rafael Ribeiro, já conhecido no HSJ por suas rimas, apresentou um de seus trabalhos, no qual narra a importância de todas as equipes para o funcionamento do hospital.

Equipes cantaram juntas paródia sobre o MAE

Integração das equipes marcou evento

Mães de colaboradores visitam o Hospital São José

O Hospital São José recebeu no dia 11/5 visitas especiais: as mães de três colaboradoras, selecionadas no Concurso Cultural “Ela é a minha mãe”, promovido pela Instituição. Além da visita, realizada em todo o Hospital, quando passaram pelos setores das vencedoras, as mães foram presenteadas durante cerimônia que contou com a participação de Cristina Heringer, Diretora Executiva, e demais lideranças.

Cristina Heringer falou sobre o amor e o orgulho das filhas presentes nas frases premiadas

As vencedoras foram escolhidas entre vários inscritos após responderem a seguinte pergunta: “Por que meus colegas de trabalho devem conhecer a minha mãe?”. “Selecionar as respostas foi uma tarefa difícil e em todas elas percebi o quanto de amor e orgulho as colaboradoras sentem por vocês”, disse Cristina Heringer na abertura do evento, quando também falou sobre a história do HSJ e a importância da força de trabalho. O encontro também contou com oração da Irmã Laura Benicá, que abordou o legado de Madre Regina Protmann.

O evento contou com momento de espiritualidade

Com 89 anos, Floripes Fernandes Matos já esteve no Hospital São José na condição de paciente, internada em decorrência de um AVC. E agora, 14 anos depois, a mãe da Claudineia Rosa Fernandez (cozinheira) retorna ao HSJ para celebrar o Dia das Mães. “Quando soube que ela venceu o concurso fiquei muito feliz. Foi muito agradável o momento”, elogiou. Para Miriam Tanque Mendonça, mãe da técnica de Enfermagem do Centro Cirúrgico, Camila Senna, outras instituições poderiam replicar a ideia, levando a família para o ambiente de trabalho. “Eu já sabia que a Carla iria vencer. Estar aqui foi uma sensação maravilhosa”, completou Francisca Alves de Siqueira, mãe de Carla Ingride dos Santos (auxiliar da Ouvidoria).

Participantes fizeram visita pelo Hospital

As colaboradoras também comemoraram. “É uma iniciativa incrível, mostrando o quanto o hospital valoriza e nos incentiva, além da oportunidade de trazer a nossa família aqui”, comentou Carla. “Fico grata por mim, mas principalmente pela minha mãe. Me senti feliz demais em mostrar onde trabalho, Instituição da qual tanto me orgulho”, contou Claudineia. Para Camila Senna, a ação trouxe mais uma oportunidade de estar com mãe, já que com o dia a dia corrido não tem muito tempo. “Poder tomar café da manhã com ela aqui e apresenta-la aos meus colegas me deu muito orgulho”, completou.

Mães e filhas também tomaram café da manhã juntas

 Conheça as frases vencedoras:

“Minha mãe é única. Com 89 anos, depois de um AVC, hoje anda e faz me sentir privilegiada por ter uma mãe tão esforçada e com tanta vontade de viver. Eu amo a minha mãe!” – Claudinéa Rosa Fernandez

Claudinéa Fernandez e Floripes Matos

“Ela é uma pessoa que espalha amor e alegria por onde passa e faria o dia dos meus colegas de trabalho mais feliz!” – Carla Ingride Alves dos Santos

Carla Ingride dos Santos e Francisca de Siqueira

“Minha mãe é incrível. Ela é e sempre foi pai e mãe para mim e meus irmãos. Eu tenho orgulho de sua profissão que nunca me deixou faltar nada.” – Camila Senna

Camila Senna e Miriam Mendonça

 

Ambulatório de Oncologia do Hospital São José prestigia pacientes no Dia Internacional da Mulher

Para celebrar o Dia Internacional da Mulher (8/3) o Ambulatório de Oncologia do HSJ – Hospital São José, RJ, recebeu suas pacientes com um café da manhã especial, realizado com o apoio do Comary Solidário e voluntários. “As mulheres devem ser homenageadas todos os dias. Nosso intuito é proporcionar a elas um momento de alegria, de paz e de tranquilidade e mostrar o quanto são valorizadas por todos nós da equipe da Oncologia do HSJ”, comentou Alexandra Gallindo, Supervisora de Enfermagem da unidade. “Esse é um momento especial para nós. Sabemos que qualquer carinho que possamos proporcionar é válido. É uma honra fazer parte disso”, completou Simone Guarilha, Diretora do Comary Solidário.


Pacientes, voluntários e profissionais do HSJ reuniram-se na ocasião

Além do café da manhã, o dia foi repleto de outras surpresas. Durante a sessão de quimioterapia, o cantor teresopolitano Aloísio Bruno realizou apresentação musical para as pacientes, que também receberam um vaso da planta suculenta e um cartão. “O Hospital São José sempre me surpreende. O carinho diário que recebi desde a primeira ligação para o hospital até a quimioterapia faz com que meu tratamento seja muito mais tranquilo. Achei muito linda a atividade”, elogiou a paciente Rachel Hoelz Emmerick.

Pacientes também receberam vaso de suculentas e cartão

 

Equipe do SND prestigia acompanhantes com canções religiosas na hora do almoço

A equipe do Serviço de Nutrição e Dietética (SND) do HSJ – Hospital São José, RJ, tem presenteado os acompanhantes de pacientes provenientes do Sistema Único de Saúde (SUS) com canções religiosas, durante o período de almoço desse público. Assim que chegam ao refeitório, os acompanhantes são recebidos por Auxiliares de Nutrição, de Copa, Nutricionistas e Cozinheiros que se organizam diariamente para a iniciativa.

Equipe recebe acompanhantes do SUS diariamente com canções religiosas

Tudo começou quando três profissionais cantavam enquanto serviam a comida aos acompanhantes. “Estávamos cantando e percebemos que algumas pessoas nos acompanharam, até mesmo emocionadas”, contou Camila Pires Almeida, Auxiliar de Nutrição. “No plantão seguinte os acompanhantes ‘cobraram’: queriam que cantássemos novamente. Depois de autorizadas, nos mobilizamos e passamos a nos reunir no início da refeição para prestigiá-los”, completou Viviane Soares, Auxiliar de Copa.

Com o tempo, o grupo foi crescendo. “Alguns colegas têm vergonha, outros estão se soltando e se unindo a gente. Eu entrei depois para dar um suporte. Essa atividade é boa para os acompanhantes, que às vezes precisam ‘se sentir em casa’ e ter o coração acalmado, e também para a gente, que às vezes está passando por um problema e precisa se fortalecer”, comentou Patrick de Oliveira, Auxiliar de Nutrição.

Equipe do SND responsável pela iniciativa

Sandra Regina Lima de Souza está acompanhando o marido, internado no HSJ há cerca de um mês, e se emocionou com a apresentação realizada dia 1/3. “Esse louvor toca meu coração. Estive enferma e agora o meu marido e, por isso, estamos um pouco afastados da igreja. Esse tipo de iniciativa é uma forma de nos aproximarmos de Deus, é muito importante, muito lindo”, elogiou.

Projeto da Ouvidoria do Hospital São José fortalece mensuração de satisfação de clientes

O serviço de Ouvidoria do HSJ – Hospital São José, RJ, é a ponte entre pacientes e demais clientes e a Instituição, responsável por ouvi-los e colher elogios e reclamações. Buscando aprimorar ainda mais a mensuração da satisfação desse público, a equipe realiza a Busca Ativa, que há um ano vem trazendo bons resultados.

“Por meio da Busca Ativa vamos até nossos clientes para realizarmos pesquisas. Nas recepções questionamos itens como a satisfação no atendimento e nos quartos perguntamos aos pacientes e acompanhantes sobre o relacionamento com médicos e equipes de enfermagem, limpeza e alimentação, por exemplo”, explicou Ingridy Lopes, Supervisora da Ouvidoria.

Busca Ativa é realizada nas recepções e nos quartos de internação

As vantagens da iniciativa são muitas. “Realizar a pesquisa de maneira pró-ativa nos ajuda a identificar mais pontos de melhoria e antecipar a resolução de situações. Às vezes podemos ter um paciente internado que possui uma insatisfação, mas que ainda não teve oportunidade de relatá-la. Indo até ele resolvemos com mais agilidade e, com isso, aumentamos a sua satisfação. É comum percebermos que eles ficam mais satisfeitos quando demonstramos interesse em perguntá-los e até comentam que nunca viram esse tipo de atuação em outras instituições”, completou Ingridy.

Dados os bons resultados com a Busca Ativa, a equipe ampliou a meta mensal de 931 pesquisas/mês (2017) pra 1146 pesquisas/mês, nesse ano. “Estamos muito satisfeitos com esse projeto. A Ouvidoria é a voz do cliente. Então, o que pudermos fazer para colher mais informações com eles é benéfico. Com isso, geramos retorno positivo para a imagem do Hospital São José”, disse a supervisora.

Equipe da Ouvidoria da esquerda para a direita: Carla Ingride dos Santos, Auxiliar de Suporte Administrativo, e Ingridy Lopes, supervisora